Prefeitura e ACIF esquecem comerciantes da Marechal Deodoro no escuro

Mesmo com gasto previsto em R$ 1,2 milhão para a iluminação de Natal, o valor milionário parece ter sido pouco para a ACIF (Associação do Comércio e Indústria de Franca), através de parceria com a Prefeitura, para fazer o Natal da Esperança, pelo menos para os comerciantes em parte do calçadão da rua Marechal Deodoro, próximo ao mercado popular (camelôs). Quem passa naquele setor vê um cenário bem diferente do encontrado nas demais áreas na região central.

Diferente do que se vê nas praças Nossa Senhora da Conceição e Praça Barão, no calçadão da Marechal Deodoro, nenhuma iluminação natalina foi instalada, o que deixou muitos comerciantes indignados. Donizete trabalha em uma loja de roupas e não entende o motivo para não ter decoração e que até chegou a sugerir que os todos ali fizessem uma “vakinha” para iluminar as belas árvores ali existentes. “Realmente ficamos desfavorecidos, a gente ficou praticamente esquecido… Não sei se esqueceram, mas o que acontece é que ficou escuro. Eu até cheguei a sugerir há algumas semanas atrás, que ainda estava em tempo, que alguns comerciantes, lojas colaborassem para colocar uma iluminação para ficar um pouco melhor, mas acabou não acontecendo e ficou assim, no escuro”, criticou.

Lorraine Alves, é vendedora em uma loja de peças íntimas feminina que fez a decoração no interior, por conta própria. “Ficamos sem iluminação, nossa decoração saiu do próprio bolso do nosso patrão e a gente mesmo que teve que comprar e decorar. Faltou eles fazerem para nós, cadê o dinheiro? Tudo que eles iam investir na iluminação? Ficou só lá, porque pra nós aqui não tem nada, estamos na escuridão, tá horroroso aqui”, desabafou a vendedora que ainda reclamou da falta de segurança.

“Além da falta de iluminação, tem a falta de segurança. A gente não vê a presença de nenhum guardinha, polícia e a nossa loja já foi roubada várias vezes. Tá abandonado isso aqui, sem iluminação e sem segurança”, completou Lorraine.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *