Operação da PM Ambiental em Itirapuã (SP) termina com autuação na zona rural

Durante Operação Corta-fogo, que visa a fiscalização de focos de queimada captados por satélites, a Polícia Ambiental em diligência pela área rural de Itirapuã, no interior de São Paulo, constatou o corte de árvores exóticas, fato este permitido pela legislação, porém o proprietário, para eliminar o material lenhoso oriundo do corte, realizou a queima dos galhos, o que gerou uma área queimada de 0,04 hectares.

Homem foi autuado por queimada em Itirapuã (Foto: Polícia Militar Ambiental / Divulgação)

Como a queimada ocorreu sem autorização do órgão ambiental competente, o proprietário foi autuado administrativamente sendo imposta a sanção de advertência ao mesmo.

A PM Ambiental ressalta que estamos em período crítico de estiagem, o que torna o ar mais seco, sendo que combinado com ventos e queimadas deste tipo podem acarretar incêndios de grandes proporções, prejudicando a flora, a fauna e a saúde pública.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *