Mulher é assassinada dentro de penitenciária durante visita

A morte de Raquel Santos, de 41 anos está sendo apurada pela Polícia Civil, no interior de São Paulo. A mulher foi assassinada no último domingo (13), quando fazia visitava o companheiro na Penitenciária 2 de Presidente Venceslau (SP).

Raquel Santos, de 41 anos foi assassinada por detento no interior de São Paulo (Foto: Redes sociais)

De acordo com o apurado até o momento pela polícia, o assassino teria tido um surto psicótico. Ele chegou a enforcar e bater a cabeça de Raquel na parede da unidade prisional e depois a jogou nua no pátio do pavilhão habitacional 3.

O crime aconteceu durante uma visita íntima e segundo o homem, de 38 anos, o motivo teria sido um desentendimento entre o casal. Ele possui vários antecedentes criminais, por roubo, receptação e tráfico de drogas. Os dois são da capital paulista.

O detendo é suspeito de integrar uma facção criminosa e foi transferido de unidade e deve responder por feminicídio.

A SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) confirmou que no domingo (13), por volta das 11h30, um preso da Penitenciária 2 de Presidente Venceslau matou a mulher por meio de esganadura e lesões na cabeça durante uma visita. “Imediatamente o fato foi comunicado à autoridade policial local e registrado o boletim de ocorrência. A pasta abriu procedimento apuratório disciplinar e preliminar dos fatos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *