Com leitos lotados, mais francanos estão nas ruas e isolamento é de apenas 42%

É crítica a situação envolvendo o número de leitos na rede pública, em Franca (SP). Ontem (17), chegou a 100% a taxa de ocupação de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do SUS (Sistema Único de Saúde).

Dos 59 leitos de Terapia Intensiva, todos estão ocupados. Em vídeo divulgado nas redes sociais da Prefeitura, o cenário no pronto-socorro “Doutor Álvaro Azzuz” é preocupante. Nas últimas 24 horas, passaram por atendimentos, 488 pacientes, na ala de internação estão outros 56, sendo que 51 estão aguardando vaga pelo CROSS (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde) do Governo de São Paulo. De acordo com os responsáveis, 20 aguardam vaga de enfermaria e 31 aguardam vaga de UTI, sendo oito deles intubados.

Supermercados registram movimento intenso em Franca

No último boletim epidemiológico da Covid-19, atualizado na noite de segunda-feira, a Prefeitura informou que são 62 leitos de enfermarias, mas 60 pacientes estão internados, ocupação de 96,8%. Na rede hospitalar particular, são mais 34 leitos de UTI, sendo 27 deles ocupados, o que representa 79,4%.

Na última semana, o prefeito Alexandre Ferreira (MDB) anunciou a mudança nos atendimentos na UPA (Unidade de Pronto Atendimento), no Jardim Aeroporto, que passou a funcionar também como um “braço” do pronto-socorro, mas em poucos dias também atingiu capacidade máxima. Alexandre vem cobrando do governo estadual a abertura de novos leitos.

Movimento no trânsito mostra que muitos francanos estão nas ruas, mesmo com a pandemia

Isolamento social

Para agravar ainda mais o momento da pandemia na cidade, a taxa de adesão ao isolamento social entre os francanos é de apenas 42%, conforme dados atualizados pelo SIMI-SP (Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo de São Paulo), na tarde de ontem. A mesma plataforma apontou 44% em 17 de abril e 43% em 17 de março, deste ano. Se comparado com os mesmos períodos no primeiro ano da pandemia, mais pessoas estão saindo de casa, sendo: março (38%), abril (49%) e maio (54%).

Adesão ao isolamento social entre os francanos é considerada baixa (Reprodução/SIMI-SP)

Atualmente, Franca soma 555 mortes por Covid-19, com 27 mil contaminados e 24,6 mil recuperados, desde o início da pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *