CGU lança página sobre o concurso público com salários de até R$ 19 mil

A Controladoria-Geral da União (CGU) lançou  uma página no site do órgão, sobre o concurso público de 2021. Com o objetivo de facilitar a divulgação e aumentar a transparência das informações, a nova seção reúne dados oficiais sobre o certame.

Além de trazer conteúdo geral sobre o concurso, como dados sobre a autorização e a banca organizadora, a página também divulga uma linha do tempo com as etapas do certame.

A nova seção reúne ainda uma série de perguntas e respostas sobre o concurso, bem como informações sobre seleções anteriores da CGU e esclarecimentos sobre as competências institucionais do órgão. Na medida em que novas ações relativas ao concurso forem realizadas, a página será alimentada com os novos dados.

Confira aqui a nova seção.

Concurso Público

O concurso para provimento de cargos do quadro de pessoal da Controladoria-Geral da União (CGU) foi autorizado em 27 de julho de 2021. São 375 vagas, sendo 300 para o cargo de auditor Federal de Finanças e Controle (AFFC) e 75 para o cargo de técnico Federal de Finanças e Controle (TFFC). Atualmente, existem na CGU 1.578 cargos de AFFC e 273 cargos de TFFC ocupados. O cargo de auditor não exigirá formação específica, apenas nível superior.

A jornada de trabalho dos servidores da CGU é de 8 horas diárias e carga horária de 40 horas semanais. Os valores iniciais do subsídio dos cargos da Carreira de Finanças e Controle são R$ 19.197,06 para auditor Federal de Finanças e Controle é R$ 7.283,31 para técnico Federal de Finanças e Controle. Conheça as atribuições dos cargos nos arts. 22 e 22-A da Lei nº 9.625/1998, com a redação dada pela Lei nº 13.327, de 29 de julho de 2016.

A contratação da Fundação Getúlio Vargas para organizar e realizar o concurso foi publicada do Extrato de contrato nº25/2021, em 19/11/21. A aplicação das provas deve acontecer no mínimo dois meses após a publicação do edital, prazo definido pela Portaria SEDGG/ME Nº 10.352, de 24 de Agosto de 2021.

Durante o período de validade do concurso público, o ministro de Estado da Economia poderá autorizar, por meio de motivação expressa, a nomeação de candidatos aprovados e não convocados, que ultrapassem em até 25% o quantitativo original de vagas.

O concurso da CGU, assim como todo certame federal, segue as regras estabelecidas pelo Decreto nº 9.739, de março de 2019.

Saiba mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *