Cerca de 1 milhão contraíram infecções sexualmente transmissíveis no Brasil em 2019

Cerca de 1 milhão de pessoas contraíram infecções sexualmente transmissíveis no Brasil em 2019.  É o que mostram dados apurados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em parceria com o Ministério da Saúde.  

Significa, segundo a pasta federal, que 0,6% da população com 18 anos ou mais foi diagnosticada com doenças do tipo no ano em questão. Segundo o Ministério da Saúde, conhecer esses números é importante pata reformular políticas públicas para Atenção Primária à Saúde. 

As doenças sexualmente transmissíveis estão entre os entre os problemas de saúde que mais impactam não só o sistema público de saúde, mas também a qualidade de vida das pessoas.  

São doenças causadas por vírus, bactérias ou outros microrganismos transmitidas sexualmente. Fazem parte desse grupo de doenças a Aids, herpes genital, sífilis, gonorreia, HPV, hepatites B e C, entre outras.  

A maneira mais eficaz de se prevenir contra essas doenças é usando preservativo nas relações sexuais. Outro dado revelado pelo levantamento é que, entre os indivíduos com 18 anos ou mais de idade que tiveram relação sexual nos 12 meses anteriores à data da entrevista, apenas 23% usaram preservativo em todas as relações sexuais. 17 em cada 100 afirmaram usar às vezes, e 59% não usaram camisinha em nenhuma das relações que teve no período. 

Fonte: Agência Rádio 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *