Acidente com moto mata atleta olímpico de Franca (SP)

Odirlei Pessoni morreu após acidente com moto no interior de Minas Gerais

Morreu aos 38 anos, o atleta olímpico Odirlei Pessoni, após um grave acidente de moto, na tarde deste sábado (27), próximo a ponte de Peixoto (MG). Segundo informações, o francano seguia sentido Peixoto a Sete Voltas, quando bateu contra um carro que estava no trecho contrário. Com o impacto, o atleta sofreu várias fraturas e perdeu a vida no local do acidente.

O acidente aconteceu em um trecho de curva e as causas serão investigadas. Nas redes sociais, amigos e familiares lamentaram a tragédia ocorrida com o atleta.

O presidente da FEAC (Fundação de Esporte, Arte e Cultura) de Franca (SP), postou. “Nunca mas nunca mesmo passei uma semana tão triste e atordoada como esta, sem palavras de como eu te considerava meu amigo, irmão e muitos outros adjetivos que faltam nesse momento tão triste. Vá com Deus Odirlei Carlos Pessoni Pessoni que Deus possa proteger sua esposa e filhas. Obrigado pela oportunidade de ter sido seu amigo”.

O corpo de Odirlei será velado no São Vicente, a partir das 6h de domingo (28), com o sepultamento marcado às 10h, no cemitério Santo Agostinho.

Carreira no esporte

Odirlei começou no esporte como a maioria dos garotos brasileiros, no futebol. Chegou a ser lateral no time de juniores da Francana, mas acabou optando pelo atletismo, quando participou da prova de decatlo, um dos maiores desafios da modalidade, sendo também campeão sul-americano e ibero-americano, competindo até 2014.

Odirlei durante treino da equipe brasileira (Foto: Arquivo pessoal)

Mas foi no bobsled que Odirlei ganhou destaque. Embora tenha conquistado medalhas com o atletismo, em 2009 já teve os primeiros contados com o esporte de inverno. Fazia parte da seleção brasileira. juntamente com o piloto Edson Bindiatti, Edson Martins, Denis Parreira, Erick Vianna e Rafael Souza, formaram os Blue Birds (pássaros azuis), como ficou conhecida a equipe do Brasil na modalidade.

Odirlei participou das olimpíadas de Sochi 2014 (Rússia) e PyeongChang 2018 (Coreia do Sul). A morte do atleta foi lamentada pela CBDG em publicação nas redes sociais.

Companheiro de Odirlei na seleção brasileira e na atual formação, Edson também se manifestou, em uma postagem no Instagram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *